Ideia Glass
Início » Como foi a evolução do vaso sanitário até os dias atuais?
Bed Room

Como foi a evolução do vaso sanitário até os dias atuais?

Como foi a evolução do vaso sanitário até os dias atuais?

Se você já está curioso com as novas tendências dos banheiros, vale a pena conhecer a evolução do vaso sanitário até os dias atuais.

Afinal, essa é uma peça indispensável, mas que já foi muito diferente do que existe hoje e que ainda promete mudar mais ao longo dos próximos anos, trazendo novas funcionalidades e tendências.

Vem conferir!

A evolução do vaso sanitário – Onde tudo começou? 

Você sabia que o caso e todo o sistema que existe hoje é considerado algo básico para a saúde humana?

Não à toa, a rede de esgoto é um item básico, mas que ainda está em falta em diversos países e até em regiões brasileiras, aumentando a incidência de doenças.

Inicialmente, os povos faziam uso da natureza para as necessidades básicas, principalmente os indígenas e nômades.

Entretanto, com o início da formação das cidades e povoados, isso se tornou inviável, forçando a criação das conhecidas “casinhas”.

Primeiramente, esses locais eram erguidos longe das casas, onde era feito um buraco profundo que, quando enchesse, era tampado e um novo era construído.

Entretanto, durante a Idade Média, as latrinas se tornaram sucesso nas cidades.

Assim, as latrinas era banheiros públicos e compartilhados, ou seja, várias pessoas usavam ao mesmo tempo.

Inclusive, era um espaço para confraternizar, colocar o papo em dia e até fechar negócios.

Neste cenário, já existia uma certa “evolução”.

O espaço era feito de pedras e, abaixo dos assentos, corria uma tubulação com água, que desaguava em um rio próximo.

Claro que isso era algo restrito para as cidades mais modernas.

Nas colônias, por exemplo, era comum o uso de penicos e dos assentos de madeira, as “casinhas”. Algumas com buracos e outras com penicos, para que os dejetos fossem retirados dali pelos escravos.

O primeiro vaso sanitário

Como foi a evolução do vaso sanitário até os dias atuais?A história do primeiro vaso começou em 1596, uma criação de John Harrington.

O afilhado da Rainha Elizabeth I criou o item para presentear a rainha, mas que ainda era muito rudimentar e não tinha propriamente um sistema que funcionasse.

Mais tarde, veio a Revolução Industrial e muitos estudos, pesquisas e preocupações sobre a saúde e higiene.

Logo, chegamos à chamada Idade Moderna, em 1778, quando Joseph Bramah deu o passo que mudaria tudo: o sanitário com descarga.

Joseph era um engenheiro e mecânico que conseguiu desenvolver o sistema de descarga, que foi incorporado a ideia de Harrington.

Basicamente, o primeiro vaso sanitário é realmente criado e funciona com o sistema de sucção.

Mas a evolução do vaso sanitário não parou por aí, já que mais políticas sobre saneamento eram criadas e a população se desenvolvida e crescia a todo vapor.

Logo, não bastava um sistema de sucção.

Foi preciso desenvolver também toda a ideia de saneamento das cidades, tratamento de água, redes de esgoto e até mesmo a preservação de rios.

Assim, chegamos aos dias atuais, que mantém o sistema do século 18, mas que ainda não parou de evoluir.

Atualmente, o sistema pode ser de descarga acoplada, acolchoado ou não.

Tudo para que você tenha mais conforto e bem-estar, além de segurança.

Inclusive, os modelos de vasos sanitários também garantem que o visual do banheiro seja diferente, garantindo mais modernidade ou não.

Dessa forma, se estiver planejando o seu banheiro dos sonhos, não deixe de conferir o que o mercado tem a oferecer.

O que também inclui os boxes de vidro Ideal.

A evolução do vaso sanitário: como funcionam aqueles que ficam dentro dos aviões?

Como foi a evolução do vaso sanitário até os dias atuais?Ao pensar em um vaso, é comum pensar em um sistema de esgoto com tubulações que saem do ponto A, do banheiro, e vão até o ponto final, como a rede de tratamento.

Mas, e como ficam os aviões?

Ao contrário do que dizem as brincadeiras populares, nenhum desejo é jogado de lá de cima não.

Porém, isso realmente aconteceu até os anos 50.

Portanto, existe um sistema diferente que foi desenvolvido ao longo dos anos.

Assim, logo que a descarga é acionada, o sistema de sucção leva os desejos até um tipo de tanque.

Depois, o tanque é totalmente limpo e desinfetado.

Toda vez que esse avião pousa, o tanque é completamente esvaziado, ficando próximo para os próximos passageiros.

Vale estacar que o tamanho desses tanques varia de acordo com a aeronave e capacidade de pessoas que a usam ao mesmo tempo.

O caminhão usado para esvaziar esse tanque faz parte do sistema geral, levando os desejos para a área de tratamento/depósito.

A história do gelo azul

Ainda que seja extremamente raro, é possível que ocorram vazamentos. Por isso existem registros e histórias de um gelo azul caindo dos aviões.

O que acontece aqui é uma mistura de espaço, densidade, produtos e atmosfera.

Ou seja, o tanque conta com líquidos que ficam junto com os desejos e, quando ocorre o vazamento, essa mistura adquire o tom azul devido ao material desinfetante.

Como o avião fica em áreas muito elevadas, o material acaba sendo congelado, chegando dessa forma na terra.

Mas, acredite, isso é algo extremamente raro.

Os vasos sanitários do futuro

Enfim, existem diversas tecnologias que estão sendo aliadas e já fazem parte da evolução do vaso sanitário.

No Japão, por exemplo, você encontra algumas que são acionadas com os pés, que podem tocar músicas ou que tem o assento aquecido.

Algumas dessas invenções já estão disponíveis aqui no Brasil.

Entretanto, uma outra tecnologia que vem se consolidando é o protetor automatizado, uma aposta para espaços públicos.

Inclusive, é uma invenção da Sanicom, ou seja, nacional.

Basicamente, o assento é bem confortável e possui um revestimento de plástico esterilizado e impermeável.

Sempre que o sensor do vaso é ativado, o plástico é trocado por um novo, garantindo que o usuário tenha mais segurança e possa se sentar sem medo.

Isso também poderia evitar o uso do papel, uma prática comum, e que pode aumentar os riscos de entupimento.

No mais, diversas outras invenções prometem surgir nos próximos anos para dar mais conforto, segurança, praticidade e transformar os banheiros.

Então, quer ficar de olho em todas as novidades e dicas? Não deixe de conferir a página e acompanhe nossas redes sociais!

Artigos Relacionados

Quantos banheiros tem em uma casa americana?

Ideia Glass

O que estraga a aparência de um banheiro?

Ideia Glass

Por que as casas brasileiras têm muitos banheiros?

Ideia Glass

Deixei um comentário

3 × 5 =