Ideia Glass
Image default
Início » Aprenda a escolher o box ideal para o seu banheiro
Box de Banheiro Dicas

Aprenda a escolher o box ideal para o seu banheiro

Eles não são todos iguais. Tipos de vidros, cores, espessuras, formatos e acabamentos fazem toda a diferença.

Os boxes dos banheiros não precisam ser todos iguais. Arredondados, com uma, duas, três ou mais folhas de vidro, porta de correr ou abrir, roldanas aparentes ou não… Eles dão leveza e graça a qualquer área de banho. Escolher os acabamentos, o estilo e principalmente os materiais corretos é essencial, já que obras nesse lugar tão íntimo da casa costumam ser menos frequentes. Veja dicas para não errar no seu lar.

Modelo x segurança

O arquiteto Haroldo Rodrigues, da Rodrigues Morán Arquitetura e Design, explica que dá para brincar com o modelo do box, mas pensando sempre numa área segura.

“Por isso, o modelo, muitas vezes, precisa ser de acordo com o espaço. Deve ter uma proporção adequada, não só pelo equilíbrio visual, mas pela segurança. Você precisa de acesso fácil para entrar e sair molhado”.

Tamanho ideal

Nem sempre também se deve optar por uma “caixa” fechada. O arquiteto conta que já desenvolveu projetos com entradas laterais, banco de alvenaria dentro para apoiar os pés ou facilitar procedimentos de beleza como a depilação. Há ainda o box com dois chuveiros para casais que tomam banho juntos e até mesmo banheiros com vidros curvos – o que não é tão usual hoje, e mais indicado para espaços maiores.

“A gente precisa pensar numa medida mínima de 80 cm x 80 cm. Eu costumo partir de um metro, mas, se dá para ter esse quadrado, a pessoa já consegue levantar os braços para lavar a cabeça”.

De olho na espessura

Érico Miguel, técnico da Ideia Glass, empresa especializada em kits de ferragens para boxes de banho e portas de vidro divisórias de ambientes, explica que é preciso ter cuidado também ao pedir para instalar um box pronto.

A dica é saber a qualidade do que está se comprando. A espessura do vidro, por exemplo, é uma característica importante.

“Se temperados, os vidros devem ter oito milímetros, ao menos, para dar a segurança e funcionalidade necessária ao banho. Qualquer vidro com uma espessura inferior a essa pode causar graves acidentes”.

Haroldo Rodrigues indica ainda a escolha de vidros laminados. Apesar de os temperados serem bastante usados, os laminados, apesar de mais caros, têm uma película protetora entre as camadas do vidro. Numa quebra, assim como os vidros dianteiros dos veículos, eles não se soltam, protegendo quem está tomando banho.

Definição da cor

Outra dúvida comum na empresa é quanto à cor do vidro. O arquiteto Haroldo Rodrigues lembra que, atualmente, o que ele mais usa em seus projetos é o de tom incolor. Érico Miguel diz que outras cores ainda são compradas, mas há uma dica para não se arrepender depois.

“Os vidros coloridos, como verde e fumê, são indicados para quem deseja dar um destaque maior para a área de banho e um ar mais diferenciado ao ambiente. Porém, são mais recomendados para banheiros maiores, pois limitam o local ao impedir a entrada de luz natural”, explica Érico Miguel. “Já os vidros incolores dão uma sensação de amplitude. Ideal para os banheiros pequenos”.

E quem tem banheira?

Rodrigues indica que a melhor opção para quem tem banheira é fazer a área de banho com a banheira dentro do box. Além de separar a parte molhada da seca, o ambiente fica mais bonito.

“Só não acho confortável ter chuveiro sobre a banheira, porque são duas coisas diferentes, com dois tipos de uso diferentes. Dá para separar as áreas pelo piso mais alto, um deque, por exemplo”.

Privacidade

Ainda tem gente que quer o vidro do banheiro jateado ou com textura. Para Érico Miguel, vale levar em conta o estilo de decoração do banheiro. Os ambientes mais clássicos pedem texturas delicadas, com apenas leves detalhes no vidro. Já espaços mais modernos podem utilizar texturas mais arrojadas.

O local onde está o box também é importante. Se há uma janela que não será fechada, por exemplo, o jateamento dos vidros dela ajuda a manter a privacidade, mesmo que o lado de fora seja o jardim do lar.

Acabamentos

A neutralidade é a chave para que os moradores não enjoem logo de um cômodo. A dica de Rodrigues, então, é tomar cuidado com modinhas. Acabamentos dourados, em bronze ou rose gold podem rapidamente sair de moda e, no box, darão trabalho para ser substituídos. Além disso, é importante pensar no conjunto de todo o banheiro.

“Os materiais de aço escovado, os cromos acetinados, combinam com quase tudo. Mas, por exemplo, se você escolheu para seu banheiro um azulejo com detalhe provençal, não fica legal um box com roldana aparente. Um é clássico e outro, de linguagem moderna. Harmonizar é essencial, inclusive com outras peças, como toalheiros, torneiras e armários”, arremata Rodrigues.

Fonte:
https://www.atribuna.com.br/variedades/atrevista/aprenda-a-escolher-o-box-ideal-para-o-seu-banheiro-1.105732

Artigos Relacionados

Projeto de apartamento de 65m² assinado pela arquiteta Rafaella Nogueira une beleza e funcionalidade

Ideia Glass

Opção para quem procura um produto de baixo custo

Ideia Glass

Como adaptar a limpeza da casa ao momento que estamos vivendo?

Ideia Glass

Deixei um comentário

2 × dois =